Turismo de Negócios de BH

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Turismo de Negócios e Eventos - Belo Horizonte

SETUR E PARCEIROS APRESENTAM BELO HORIZONTE AOS SUÍÇOS

E-mail Imprimir PDF

A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (SETUR-MG), juntamente com a Belotur,  BH Airport e o Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau, recebeu nesta terça-feira (24) uma delegação da suíça para um tour pela capital. A equipe conheceu diversos atrativos da cidade e se mostrou encantada pelas obras visitadas. A delegação era composta por cinco jornalistas de importantes veículos de comunicação da Suíça e colaboradores do aeroporto de Zurique.

O roteiro iniciou pela Casa do Baile onde a equipe das entidades envolvidas deram as boas- vindas aos convidados e entregaram kits com diversas informações. Conheceram ainda um pouco da proposta atual do equipamento que é um Centro de Referência de Urbanismo, Arquitetura e do Design que valoriza tanto os espaços construídos e simbólicos da cidade, quanto os objetos que se tornaram referência na vida cotidiana de nossa sociedade. Passaram também para conhecer as curvas de Niemeyer e os painéis de Portinari da Igrejinha da Pampulha, representando o nosso Patrimônio Cultural da Humanidade.

Leia mais...
 

FOLIÕES DEVEM IMPULSIONAR A ECONOMIA DE BELO HORIZONTE

E-mail Imprimir PDF

São esperadas 2,4 milhões de pessoas

Espontâneo e de rua, o Carnaval de Belo Horizonte tem atraído gente de todo o País. Segundo a Empresa Municipal de Turismo de Belo Horizonte (Belotur), são esperados 2,4 milhões de foliões no período entre 11 de fevereiro e 1º de março. 363 blocos se cadastraram para desfilar pelas ruas da Capital, 30% a mais que em 2016. Tudo isso impacta a economia da cidade. De acordo com o diretor de Eventos da Belotur, Gilberto Castro, não há dúvidas sobre a consolidação da festa e sua importância no calendário de eventos da Capital.

O orçamento estimado pela Prefeitura para estruturação do reinado de Momo é de cerca de R$ 10 milhões. Dados do Observatório do Turismo apontam que no ano passado 100 mil visitantes foram recebidos, com estadia média de 3,5 dias e tíquete médio de R$ 160 por dia, somando aos cofres da cidade R$ 55 milhões. A expectativa é que o valor dobre em 2016.

“A cidade ganha, além dos impostos gerados, a criação de oportunidades de trabalho. Cadastramos, por exemplo, mais de 1,4 mil ambulantes. Se eles não geram impostos diretos, geram renda que vai ser gasta na própria cidade. Isso sem falar que muitos estão desempregados, então promovemos também dignidade. Todo o setor de eventos também é favorecido nessa época. Temos relatos de prestadores de serviços que têm todo seu material e pessoal empregado durante a festa. Isso vai desde banheiros, material de palco, grades, e uma infinidade de produtos”, exemplifica Castro.

Leia mais...
 

AZUL CONFIRMA ESTREIA DE OPERAÇÕES EM BUENOS AIRES PARA 6 DE MARÇO

E-mail Imprimir PDF

Voo diário e sem escalas partirá de Belo Horizonte; autoridades aeroportuárias já aprovaram a ligação

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras está cada vez mais próxima de Buenos Aires. A companhia recebeu aprovação das autoridades aeroportuárias brasileira e argentina para iniciar voos à capital portenha (por meio do aeroporto de Ezeiza) em 6 de março, com uma ligação diária que partirá de Belo Horizonte. Desta forma, os Clientes de todas as regiões do Brasil poderão chegar a Buenos Aires, uma vez que a Azul tem, na capital mineira, um importante hub, com mais de 40 destinos servidos sem escalas. Tarifas já estão disponíveis por meio de todos os canais de venda da Azul a partir de dez parcelas R$ 71,40* ou 30.000 pontos do TudoAzul** para ida e volta.

Os voos serão cumpridos com os jatos Embraer 195, que têm capacidade para até 118 Clientes e contam com mais de 40 canais de TV SKY ao vivo (disponível em território brasileiro) em telas individuais. Também a bordo, os Clientes contam com snacks e bebida à vontade e sem custo adicional. O serviço da Azul já foi reconhecido diversas vezes por sua qualidade e exclusividade.

LAST_UPDATED2 Leia mais...
 

BRASIL TEM 11 AEROPORTOS ENTRE OS MAIS PONTUAIS DO MUNDO

E-mail Imprimir PDF

Você se arriscaria a dizer que a aviação brasileira é pontual? Pense bem antes de responder. De acordo com estudo divulgado pela OAG, empresa de análise de dados aeronáuticos, o País tem 11 dos aeroportos mais precisos no quesito tempo em 2016.

A metodologia utilizada para o levantamento leva em consideração o rastreamento de mais de 54 milhões de voos que partiram decolaram dentro de 14 minutos e 59 segundos do tempo estimado. Os cancelamentos desses serviços também estão incluídos no balanço.

O limite mínimo para aeroportos serem incluídos na listagem é o de transporte de 2,5 milhões de passageiros. Com isso, foram criadas quatro categorias: pequenos (2,5 a cinco milhões), médios (cinco a dez milhões), grandes (dez a 20 milhões) e principais (mais de 20 milhões de assentos).

Leia mais...
 

GOVERNO DE MINAS GERAIS ANUNCIA PLANO ESTRATÉGICO PARA O TURISMO NO ESTADO

E-mail Imprimir PDF

 

 

Plano solicitado pela CODEMIG e SETUR permitirá o desenvolvimento de ações planejadas e coordenadas do segmento turístico.

Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), estabeleceu o Plano Estratégico para o Desenvolvimento Sustentável do Turismo. Solicitado pela Codemig e pela Setur à Fundação João Pinheiro (FJP), o plano demandou 11 meses de estudos e analisou todos os elementos da cadeia produtiva do turismo, além do sistema de gestão pública e tendências mundiais para a atividade. O documento estabelece diretrizes estratégicas para a política estadual do turismo, fornecendo as bases para o desenvolvimento de ações planejadas e coordenadas do setor.

O presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, destaca a vocação turística de Minas Gerais. “Nosso estado tem 903 atrativos turísticos, distribuídos em todos os 17 Territórios de Desenvolvimento. Há uma imensa diversidade cultural e paisagens naturais únicas. Essa riqueza precisa ser aproveitada para gerar oportunidades de investimento, renda e qualidade de vida para os mineiros”, comenta.

“O plano é um instrumento fundamental para o trabalho desenvolvido pela Setur e pelo trade turístico estadual, pois estabelece os indicadores e metas para o curto, médio e longo prazos. Fornece ainda diretrizes para todos os setores e permite identificar as áreas prioritárias para os mercados regional, nacional e internacional”, afirma o secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Ricardo Faria.

LAST_UPDATED2 Leia mais...
 


Página 7 de 88